Julian Nagelsmann: O técnico mais jovem da história da Bundesliga.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Julian Nagelsmann: O técnico mais jovem da história da Bundesliga.

Mensagem  Leonardo Luiz em 11/2/2016, 9:07 pm

A ideia era que ele assumisse ao final da temporada, mas os problemas cardíacos do experiente Huub Stevens, de 61 anos, forçaram a sua aposentadoria e atrapalharam os planos do Hoffenheim. O cronograma teve que ser antecipado. Nesta quinta-feira, o alemão Julian Nagelsmann, de 28 anos, tornou-se o técnico principal e efetivo mais jovem da história da Bundesliga ao assumir o clube.

Bernd Stober tinha apenas 25 anos quando comandou o Saarbrücken por uma partida interinamente, em 1976, mas o técnico efetivo mais jovem da liga alemã era Karl-Heinz Mülhasen, que assumiu o Hannover 96 aos 30 anos e 244 dias. Isso até Nagelsmann aceitar o desafio de tentar livrar o Hoffenheim do rebaixamento. Atualmente, está na vice-lanterna, com 14 pontos, a sete de sair da zona da degola. Faltam 14 rodadas.

Mas quem é esse jovem prodígio que rapidamente chegou à elite dos treinadores do futebol alemão? Nagelsmann era jogador. Atuava como zagueiro nas categorias de base. Defendeu o 1860 Munique e o Augsburg, mas mal havia começado a sua carreira quando problemas sérios na cartilagem do joelho obrigaram-no a se aposentar, ainda aos 20 anos. O fim de um sonho, o começo de outro. Estudou negócios, mas logo descobriu que não era muito bom nisso.

“Você decide muito sobre o futuro das famílias, e eventualmente, precisa descartar as pessoas. Não era a minha”, afirmou ao site Spox, ano passado. “A pergunta principal era: o que faz um gerente de uma empresa com 5.000 funcionários que não está funcionando? Nosso professor falava em demitir 50% da força de trabalho. É uma coisa dizer a um ou dois jogadores de um clube que eles não têm futuro. Descartar um homem de família de 50 anos de idade tem uma dimensão existencial muito diferente”.

Como ainda tinha contrato com o Augsburg quando uma cirurgia no joelho encerrou sua carreira, Nagelsmann começou a trabalhar com Thomas Tuchel, que na época treinava o Augsburg II. Fazia análise de adversários, e embora nessa mesma entrevista à Spox não o considere um mentor, admite que ele foi a sua porta de entrada ao mundo dos técnicos. “Aprendi muito com ele”, completa. Tuchel deseja o melhor para o seu pupilo nessa nova empreitada. “Ele é muito questionador e trabalhador. Teve um sucesso excepcional como treinador de categorias de base. Estou muito feliz por ele e desejo-lhe o melhor”, afirmou o atual comandante do Borussia Dortmund.

Nagelsmann assumiu o sub-17 do Augsburg antes de aceitar uma proposta do Hoffenheim, em 2010. Começou no sub-16 no seu novo time, e em dezembro de 2012, foi chamado por Frank Kramer para compor uma comissão técnica interina, depois da saída de Markus Babbel. Aos 25 anos, já foi o assistente técnico mais jovem da história da Bundesliga. “Quando Kramer ligou, eu tive que dar risada. Eu realmente não achava que era sério”, contou. Posteriormente, assumiu o time sub-19 e foi campeão alemão da categoria em 2014. Perdeu a final para o Schalke na temporada seguinte.

O sucesso na base chamou a atenção de Uli Hoeness, que tentou levá-lo para o Bayern de Munique, alguns anos atrás, segundo a impresa alemã, mas Nagelsmann preferiu continuar no Hoffenheim. Uma decisão que parece ter sido acertada, tendo em vista a ótima oportunidade que tem no momento de mostrar trabalho. Na Allianz Arena, porém, poderia trabalhar com uma de suas referências. Naturalmente, Pep Guardiola. Também admira muito Arsène Wenger.

“Eu gosto de atacar o adversário perto do gol dele, porque o seu caminho para o gol não é tão longo se você recuperar a bola no campo de ataque”, afirmou, o que indica que a torcida do Hoffenheim pode esperar uma equipe marcando pressão, com as linhas altas, como faz o Bayern de Munique, por exemplo. “Sou um perfeccionista e amo o sucesso”, afirmou.

Quando foi assistente do Hoffenheim, em 2012, teve contato com os jogadores principais e ganhou de Tim Wiese o apelido de Baby Mourinho, provavelmente porque, como o treinador português, Nagelsmann não teve uma longa carreira como jogador profissional. E é tão jovem que ainda nem terminou os cursos para conseguir as licenças de técnico principal. As provas serão em março. Mas a federação alemã e a liga alemã permitiram que ele já treinasse o Hoffenheim, no próximo sábado, contra o Werder Bremen. O começo da sua nova jornada.
avatar
 
 
Leonardo Luiz
Idade : 21
Mensagens : 300
Data de nascimento : 08/10/1995
Localização : Santa Gertrudes/SP

http://footnager.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum